shakhtarO conflito na Ucrânia, mais uma vez, atingiu o Shakhtar Donetsk. O estádio clube do ex-atacante do Fluminense, Wellington Nem, foi bombardeado novamente. Desta vez, foi atingindo na fachada ocidental do estádio, erguido em 2009 e utilizado na Eurocopa de 2012. É a terceira vez que a casa do Shakhtar sofre com danos em decorrência da guerra civil.

Além das três vezes que os bombardeios danificaram partes do estádio, o Centro de Treinamento do clube também já sofreu com o conflito separatista. Desde março, o Shakhtar Donetsk, que enfrenta nesta terça-feira o BATE Borisov, fora de casa, pela Liga dos Campeões, tem mandado seus jogos em Lviv.

Em razão dos conflitos, muitos jogadores brasileiros tentaram deixar o clube ucraniano. Um deles foi Wellington Nem, que negociou por três meses com o Fluminense, mas o Shakthar não o liberou.


Sem comentários