Apesar da pandemia, Grêmio e Internacional retornaram aos treinamentos, nesta terça. A volta foi considerada pelo comentarista Pedrinho como precipitada. Durante o programa ‘Seleção SporTV’, o ex-jogador, com passagem pelo Fluminense, criticou os clubes e questionou a pressa para retomar às atividades em meio à propagação do coronavírus pelo mundo e o período de isolamento social.

Cabe salientar, que na última quinta, o Ministério de Saúde divulgou um comunicado liberando os clubes de retornarem suas atividades em todo território nacional. Uma decisão que dividiu as opiniões entre os estados da federação. 

– Por que tem que ter um campeão dentro de campo? Por que o campeonato tem que acabar dentro de campo? Eu não entendo isso. Isso mostra um completo desentendimento do que está acontecendo, as pessoas estão perdendo a noção do que está acontecendo, elas estão botando o futebol como se fosse a coisa mais importante do mundo – , questionou Pedrinho, que em seguida completou.

– Como é que eu vou trabalhar com o futebol, vendo o futebol voltar, se tem pessoas próximas morrendo? Eu perdi um conhecido, que jogou futebol de salão comigo, de 43 anos. Como é que vive com isso? O mundo está em pane. Acho que a gente está fechando os olhos para algumas situações. O bom senso tem que prevalecer – disse.