Foto: Nelson Perez/FFC

Uma das surpresas do Fluminense em 2015 foi Ricardo Drubscky. Há 30 anos no futebol sem nenhuma passagem por grande clube, teve sua oportunidade no Tricolor, mas não durou mais do que dois meses. Acabou dispensado. Mais de um ano e meio depois, foi anunciado como novo diretor de futebol do América-MG.

Drubscky foi apresentado na última quinta-feira pelo Coelho, virtualmente rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro.

– Estamos assumindo a direção pensando no futebol como um todo. É um desafio para o Brasil inteiro. Vemos um estanque grande entre base e profissional. Tentaremos fazer um modelo integrado de futebol. Em termos de pensamento, método de trabalho e objetivos. Garotos do Sub15 e 14 saberem que fazem parte de um conjunto, que está inserido no processo e em uma organização de futebol. Vitórias e derrotas acontecem e já estamos acostumados – falou o agora dirigente.

Drubscky já foi treinador e gerente de futebol tanto nas categorias de base quanto nos profissionais do América e acumula títulos como a Copa Sul-Minas de 2000, como dirigente, e a Taça São Paulo de Juniores, como treinador.