(Foto: Vitor Forcelini/Joinville)

O treinador Vinícius Eutrópio, que já teve passagem pelo Fluminense e atualmente comanda o Joinville, descobriu que há um tumor em seu rim esquerdo e deverá passar por cirurgia.

A descoberta se deu por conta de exames realizados em função da Covid-19 que o técnico contraiu há alguns dias e por conta disso ficou afastado de alguns jogos do Campeonato Catarinense. O procedimento cirúrgico deve ocorrer apenas quando Eutrópio estiver com seus pulmões completamente recuperados para poder ter segurança ao fazer a remoção do tumor.


Cristiano Menegazzo, médico do Joinville, deu mais detalhes sobre a descoberta do cisto e diz que há uma grande possibilidade do treinador ficar curado.

– Solicitamos uma avaliação especializada com um urologista para avaliar essa lesão renal. Ele então solicitou uma tomografia de abdômen para avaliar melhor e viu que era somente essa lesão localizada no rim. Resumindo, ele apresenta uma lesão renal que vai precisar de um tratamento cirúrgico. Pelo aspecto da lesão, temos uma grande possibilidade que ele consiga ter uma resolução do problema e ficar curado – esclareceu Menegazzo.

Eutrópio chegou ao Fluminense em 2007 para compor a comissão técnica do clube. Após a saída de Carlos Alberto Parreira em 2009, o treinador foi efetivado no comando técnico do Tricolor das Laranjeiras, porém oito dias depois a diretoria decidiu tirá-lo do cargo por conta de duas derrotas nos dois jogos que dirigiu o time.