A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) rebateu nesta sexta-feira as declarações do Consórcio Maracanã S/A, que havia afirmado que realizaria apenas uma partida das semifinais da Taça Rio. Em nota oficial, a entidade relembrou a decisão do gestor do estádio, no arbitral do Campeonato Carioca, e garantiu que os jogos serão realizados no local.

Três dias após o Governo do Rio de Janeiro anunciar que a concessão de uso do Maracanã será cancelada, a empresa que administra o local enviou carta à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, ao Fluminense e ao Flamengo – que tinham contrato vigente – comunicando que apenas uma das semifinais da Taça Rio poderiam ser disputadas no estádio.

– Por questões operacionais e de manutenção preventiva, incluindo a recuperação do gramado, informa que só poderá ser realizada uma das semi-finais da Taça Rio (dia 27 ou 28 de março). A medida se faz necessária em função da elevada quantidade de partidas realizadas em 2019, no Maracanã, totalizando 19 jogos sendo sete nas últimas duas semanas – alegou o Consórcio.

Confira a nota da FERJ: 

“A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro estranha e duvida que a Greenleaf tenha participação nesse tal impedimento de uma semifinal da Taça Rio ser realizada no Maracanã, três dias depois da decisão do Governo do Estado (quanto à concessão).
Composta pelo diretor de competições da FERJ, Marcelo Vianna, engenheiro e uma empresa especializada em agronomia, a comissão de vistoria não constatou precariedade no Maracanã para impedir uma semifinal da Taça Rio no estádio, patrimônio da cidade e de propriedade do torcedor. 

A FERJ manterá as partidas marcadas para o Maracanã e entende que algo diferente do acordado anteriormente se configurará em mais um desserviço do Consórcio Maracanã para com o futebol carioca. Por fim, vale ressaltar que o gestor do Consórcio enfatizou no dia do arbitral do Campeonato Carioca, na sede da FERJ, diante dos clubes, que o Maracanã era a casa do Carioca, reagindo à possibilidade de jogos decisivos serem realizados no Estádio Nilton Santos, Raulino de Oliveira e São Januário”