Ferj tenta, mas consórcio não libera Maracanã para início do Carioca

Ferj tenta, mas consórcio não libera Maracanã para início do Carioca

Oficialmente, partes afirmam estar em busca de "reequilíbrio de contrato"
Maracanã não estará disponível tão cedo, pois ainda haverá show de rock no local

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) tentou viabilizar o Maracanã para as primeiras rodadas do Campeonato Carioca. No entanto, o consórcio que administra o estádio não liberou. Fluminense e Flamengo, que têm contratos assinados com a empresa, ainda tinham a expectativa de mandar alguns jogos no mais tradicional palco do país.

– Recebemos resposta do consórcio hoje (segunda-feira) que para as primeiras duas rodadas não será possível. E que a partir do dia 13 de janeiro até o dia 24 de fevereiro o estádio fica à disposição da empresa que contratou para um show de rock. A partir do dia 25 de fevereiro dependerá da disponibilidade da Rio 2016 em ceder o estádio. Por enquanto este é o cenário, infelizmente – confirmou o diretor de competições da Ferj, Marcelo Viana.


Sem comentários