Luciano estufou as redes aos 47 minutos do segundo tempo para garantir o Fluminense na final da Taça Guanabara e levar à loucura a torcida tricolor na arquibancada e jogadores e comissão técnica no banco de reservas. Entre eles, o técnico Fernando Diniz chamou a atenção ao dar uma arrancada na direção da comemoração, saltando no ar e com os braços erguidos. Após o jogo, Diniz explicou a comemoração efusiva.

– Foi a emoção, um negócio de reação instintiva, a gente não pensa. Sou assim mesmo na maioria das vezes quando acontece um gol como esses. Tem de extravasar mesmo, o futebol passa por isso. Não tenho nenhuma intenção de conter isso quando ela ocorre de forma natural – comentou o técnico.

Confira a arrancada do professor: