Final de domingo: Maraca terá número recorde de seguranças

Final de domingo: Maraca terá número recorde de seguranças

O Brasil deve parar no próximo domingo para a final da Copa das Confederações entre os comandados de Felipão e a Espanha. E, por conta do ambiente de manifestações que tem se alastrado pelo país, sobretudo no Rio, São Paulo e Minas, um aparato de segurança nunca antes visto será levado ao Maracanã e, também, ao seu entorno. Mais de 11 mil agentes devem ser escalados para garantir a realização do confronto. O contingente deve ser definido nesta sexta-feira, mas a Secretaria Extraordinária de Grandes Eventos sustenta que este será o maior esquema de segurança já preparado para um jogo de futebol no país.
Outra informação relevante é que a Secretaria de Segurança deve instalar barreiras em todas as ruas de acesso ao Maracanã, para impedir que manifestantes se aglomerem perto dos portões do estádio. A Fifa exige que a polícia deve proteja uma área de dois a três quilômetros ao redor do estádio.