Pandemia do novo coronavírus interrompeu atividades nos clubes (Foto: Lucas Merçon - FFC)

O Fluminense começou, na tarde desta quarta-feira, a efetuar o pagamento dos 60% restantes dos salários em CLT referentes ao mês de fevereiro a jogadores e funcionários. No início de março, a diretoria já havia acertado 25% e 15%. Também serão quitados parte dos salários doe funcionários pessoa jurídica (PJs).

Boa parte da quantia usada para os pagamentos provém da suspensão temporária de penhora na ordem de R$ 2,8 milhões referente a um processo antigo.


Fora estes novos pagamentos, o Flu ainda tem em aberto os salários CLT de março e os direitos de imagem dos jogadores de novembro e dezembro de 2019, janeiro, fevereiro e março de 2020. Apenas parte do elenco recebe este tipo de remuneração.