Valores das multas aplicadas ao clube serão descontados dos direitos de TV (Foto: Lucas Merçon/FFC)

O Fluminense foi multado pela Conmebol em US$ 30 mil (cerca de R$ 148 mil na cotação atual) por conta do estado do gramado do Maracanã no jogo diante do Internacional, pela ida semifinal da Libertadores. Quem também terá de pagar à entidade é André. O volante foi multado em US$ 2 mil (cerca de R$ 9.877) por ter chutado um microfone na área técnica no mesmo jogo, informa o site ge. Em ambas as ações cabem recursos

Além disso, o Fluminense foi multado em US$ 15 mil (R$ 73.800) por conta do gramado do Maracanã, considerado em mau estado de conservação, segundo relato do delegado da partida. Um dos administradores do estádio, o clube chegou a emitir nota oficial discordando do relatório, mas não adiantou.


Soma-se a essa conta uma nova multa de US$ 15 mil em virtude do uso de sinalizadores por parte de torcedores nas arquibancadas. A Conmebol destacou que foi a quarta ocorrência deste tipo de problema.

André foi enquadrado no Artigo 11, parágrafo 2, inciso c) do Código Disciplinar da Conmebol, que prevê os princípios de conduta dos jogadores. As alegações são as seguintes:

— Constituem, entre outros, comportamentos imputáveis e infrações passíveis de sanção aos referidos princípios: (…)
— Violar as pautas mínimas do que deve ser considerado como comportamento aceitável no domínio do desporto e do futebol organizado;”

Tais valores serão descontados de direitos de televisão do Fluminense, segundo a Conmebol. O clube ainda tem a possibilidade de recorrer. O Tricolor tem até sete dias úteis para isso e precisa depositar US$ 3 mil (R$ 14.800) para fazer a apelação dos casos.