(Foto: Lucas Merçon/FFC)

De acordo com o blog do jornalista Mauro Cezar Pereira, do portal Uol e comentarista dos canais ESPN, o Fluminense é o clube grande da Série A do Campeonato Brasileiro com menor folha de pagamento na CLT empatado com o Athlético-PR e Botafogo. Os valores não contam com os direitos de imagem, que em alguns casos podem chegar até a 40% da remuneração total do atleta.

No geral, o Tricolor é o 14º com a maior folha. Só fica na frente dos recém-promovidos Goiás, Fortaleza, Avaí e CSA, além de Chapecoense e Ceará. Confira a tabela com as maiores e menores folhas salariais do Brasileirão:

Palmeiras – R$ 8,5 milhões
Cruzeiro – R$ 7,6 milhões
Corinthians – R$ 7,4 milhões
Flamengo – R$ 6,5 milhões
Internacional – R$ 4,7 milhões
Santos – R$ 4,4 milhões
São Paulo – R$ 4,3 milhões
Grêmio – R$ 4,2 milhões
Atlético-MG – R$ 4 milhões
Vasco – R$ 3 milhões
Bahia – R$ 2,8 milhões
Athletico PR – R$ 2,5 milhões
Botafogo – R$ 2,5 milhões
Fluminense – R$ 2,5 milhões
Goiás – R$ 2,2 milhões
Chapecoense – R$ 1,75 milhão
Fortaleza – R$ 1,5 milhão
Ceará – R$ 980 mil
Avaí – R$ 700 mil
CSA – R$ 300 mil