(Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense)

Sem ter tido uma grande passagem nas Laranjeiras, Wellington deixou o Fluminense ao final do seu contrato, em dezembro do ano passado. Entretanto, nem tudo ficou resolvido entre a instituição e o jogador quatro meses depois. O clube fez uma sugestão do pagamento de dívidas não aceita pelo volante.

Como o NETFLU havia antecipado há dois meses, apesar de algumas promessas da diretoria tricolor, o atleta continua sem receber o Fundo de Garantia (FGTS), tampouco alguns meses do direito de imagem. Ainda há débitos relativos a premiações e de outros integrantes do elenco.


As partes seguem conversando, mas ainda não entraram num acordo. O Fluminense chegou a sugerir parcelar em diversas vezes todos os débitos, sem juros, mas o estafe do jogador recusou e as tratativas permanecem. A Justiça será a última alternativa. Antes, haverá a tentativa de esgotar as chances de pagamento através de diálogo.

Wellington atuou pelo Fluminense entre 2021 e 2022. Foram 54 jogos e uma assistência. No ano passado, foi campeão carioca com a equipe tricolor. O volante assinou vínculo com o Avaí até o dia 31 de novembro de 2023.