Com dois gols feitos na Colômbia, Fred chegou a 185 com a camisa do Fluminense (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Na quarta-feira passada, o Fluminense venceu o Independiente Santa Fe, na Colômbia e Fred, com os dois gols feitos, virou o segundo maior artilheiro da história tricolor (chegou a 185, superando Orlando Pingo de Ouro – 184). Ao deixar o campo, o atacante admite que não havia se dado conta do feito, uma vez que estava envolvido com a partida válida pela segunda rodada do Grupo D da Libertadores.

— A gente sai naquela adrenalina e só queremos chegar ao vestiário e comemorar com a galera que se dedicou, todo mundo correu, a comissão técnica. O Daniel (assessor) chegou e me falou para dar entrevista. Eu falei: “não, põe o Marcão (Marcos Felipe), que foi o cara do jogo”. Aí ele disse que eu fui eleito o melhor e virei segundo maior artilheiro. Aí eu me emocionei. Fui pra entrevista e tive a noção que tinha passado o Orlando (Pingo de Ouro). Foi uma noite perfeita. Fiz dois gols, ganhamos e consegui quebrar essa marca tão importante – contou.

O maior artilheiro da história tricolor é Waldo Machado, com 319 gols.