Fred elogia Dadá e brinca: “Quem sabe eu consiga parar no ar”

Fred elogia Dadá e brinca: “Quem sabe eu consiga parar no ar”

3Um gol separa Fred de Dadá Maravilha na lista dos maiores artilheiros do Campeonato Brasileiro desde 1971. Conhecido do ex-centroavante, o jogador do Fluminense é fã do ídolo atleticano e, claro, não economizou nos elogios.

– Será muito bacana ter essa chance de alcançar o Dadá. É um cara que eu conheço desde o início da minha carreira lá em Minas. Foi um atacante que deixou sua marca em todos os clubes em que passou, sempre com muitos gols. Mas o que me lembro bem dele é o carisma e o jeito descontraído de falar do futebol. Acho que depois que saí de Minas, continuei a cumprir aquela frase que ele gosta de falar toda hora: “queixo no ombro, queixo no peito” (risos). Estou perto de atingir essa marca que ele conseguiu, que é ter uma bela quantidade de gols num dos campeonatos mais difíceis do mundo. Quem sabe eu ainda consiga algum dia parar no ar também (risos)… mas ando fazendo meus golzinhos de cabeça assim como os dele. É um cara sangue bom e tem minha consideração, pois foi um vencedor nessa vida e deixou um grande legado na carreira — disse Fred.


Sem comentários