Governo esconde metade inacabada do Maracanã

Governo esconde metade inacabada do Maracanã

Torcedores fizeram protesto dentro do novo Maracanã

As imagens da transmissão de Amigos de Bebeto x Amigos de Ronaldo mostrou somente uma parte do do novo Maracanã. De um lado, um estádio moderno e confortável. Do outro, fechado, em obras e sem condição alguma de receber torcedores.

 
O Governo do Estado do Rio de Janeiro dividiu o palco da final do Mundial de 2014 em dois. A segunda metade, inacabada, foi escondida por tapumes e um esquema de segurança rigoroso, que impediu a movimentação de todos. Por motivos óbvios, operários e suas famílias foram acomodados na metade pronta do Maracanã.

 
As cabines de imprensa ainda estão em construção, muitas arquibancadas sem cadeiras puderam ser vistas e até banheiros químicos, que serão usados no dia-a-dia da reforma do estádio, que ainda não foi concluída, ao contrário do que havia sido prometido pelas autoridades.

 
Os maiores problemas da reabertura do Maracanã, de acordo com o portal Uol, foram a falta de transporte no final do jogo, a segurança e a estrutura precária oferecida à imprensa.