Imprensa de Guayaquil ignora pênalti inexistente

Imprensa de Guayaquil ignora pênalti inexistente

Os suplementos esportivos dos jornais de Guayaquil destacaram a vitória do Emelec sobre o Fluminense sem fazer qualquer menção ao pênalti inexistente marcado no fim do jogo. O “El Telégrafo” afirmou que Leandro Euzébio derrubou Mondaini – quando na verdade Carlinhos é quem estava no lance – e preferiu ressaltar a invencibilidade de três anos diante dos brasileiros no Estádio George Capwell.

 

A publicação lembra que Fernando Gaibor, autor do gol de pênalti, foi o mesmo que marcou no Flamengo em 2012, eliminado o rival tricolor.

 

O “Expreso” também afirmara que o jogador do Emelec “foi derrubado na área” e que Roldán “não teve dúvidas quanto a marcação”.

 

Já o “El Universo” foi um pouco mais imparcial. Segundo o texto, Mondaini “provocou” a penalidade convertida por Gaibor.