(Foto: Mailson Santana/FFC)

Dono de um dos maiores salários do elenco atual do Fluminense, Bryan Cabezas, que se destacou pelo Independiente Del Valle (EQU), junto com Sornoza e Orejuela, em 2016, chegou no meio da temporada para reforçar o Fluminense. Tendo atuado apenas uma vez com a camisa tricolor, no confronto diante do Santos, há duas semanas, quando o Time de Guerreiros perdeu por 3 a 0, o equatoriano, insatisfeito, pediu para sair, apurou o NETFLU.

O atleta deve ser emprestado novamente pelo Atalanta (ITA), clube que detém seus direitos, no início de 2019, para uma agremiação de seu país natal, já que os italianos também não pensam em aproveitá-lo por enquanto. No Flu, o jogador está com um mês de salário atrasado e sem receber direito de imagem há três meses. Isso sem contar que só recebeu o seu primeiro pagamento dois meses após desembarcar no Rio, o que deu início à insatisfação para com a cúpula tricolor.

Em algumas entrevistas concedidas por Marcelo Oliveira, o treinador fora questionado o motivo da não utilização do equatoriano, e explicou que ele ainda não estava convencido de que deveria usá-lo. Contratado no fim de julho, Cabezas participou apenas de alguns minutos da derrota para o Santos por 3 a 0 na Vila Belmiro.