Pedido de Alex pegou mal e jogador se justificou (Foto: Site oficial do Internacional)

Adversário do Fluminense na última rodada do Campeonato Brasileiro, o Internacional, nesta sexta-feira, viu seus jogadores defenderem o cancelamento definitivo das partidas da competição. Porta-voz do grupo, o meia Alex afirmou não haver clima para a realização dos jogos após a tragédia da queda do avião da Chapecoense na última terça, na Colômbia.

Tal pedido acabou pegando mal, pois muitos interpretaram como uma tentativa colorada de melar o campeonato e evitar um provável rebaixamento. Posteriormente, Alex falou novamente e afirmou aceitar a queda mesmo que não hajam jogos.


– Queria reiterar, até porque ficou um mal-entendido daquilo que a gente imaginava que tinha ficado claro. A gente não quer cancelar o campeonato nem melar o último jogo, tanto que falei em respeito a todos os envolvidos – Chapecoense, jornalistas, famílias. Se tiver, vamos jogar. Nada se compara ao sentimento. Disseram que a gente veio porque a diretoria nos pediu, obrigou. Isso não existe. A gente pôde expor aquilo que a gente tem sentido. No momento que existiu a dúvida se o Inter se permitia ser rebaixado, a gente nunca se omitiu por esse campeonato horrível que a gente fez. A intenção era a sensibilidade do momento. Se todo mundo propusesse que não houvesse jogo, o Inter ia continuar ali (na tabela) e aceitar tudo que for decidido – disse.