Sasha é um exemplo dos jogadores que se recusaram a jogar no Fluminense

Na busca por reforços, o Fluminense vem encontrando algumas dificuldades no mercado. Nomes como Róger Guedes, do Palmeiras, e Lucca, do Corinthians, por exemplo, recusaram-se a ser trocados por Gustavo Scarpa. Tal situação gerou críticas à diretoria tricolor em programa de televisão. No “Fox Sports Rádio”, os jornalistas se alongaram a respeito do assunto.

– O que me assusta é que todo mundo quer jogador do Fluminense. O Henrique Dourado, Scarpa, Wellington Silva… Mas ninguém quer ir pro Fluminense. Um gigante do futebol brasileiro, de expressão, com um treinador sensacional. Não vai jogar no meu time na esquina. Vai jogar no Fluminense. Ninguém quer jogar no Fluminense – falou Osvaldo Pascoal, sendo completado por Paulo Lima:

– É inacreditável o que a diretoria atual está fazendo com o clube. A permanência do Abel ainda deu credibilidade, a chegada do Autuori. Pelo menos na sustentação, atrás das cortinas. Uma diretoria que não investe em nome, não tem transparência… O Lucca não quer vir? Chama ele pra vir no Rio, pra tomar um café no Fluminense. Faz uma reunião com o Abel, o Autuori. Traz o cara pra cá. O Sasha (do Internacional) não quer vir. O Sasha! Se ainda fosse a Xuxa. Não dá! É um descrédito muito grande pras tradições e cores do Fluminense.