Capa de um dos CDs da banda mostra o baterista Ron Wood com a camisa do Fluminense (Foto: Reprodução)

No próximo dia 11 de maio, o Estádio das Laranjeiras, que foi o berço do futebol brasileiro e a primeira casa da Seleção Brasileira, completará 100 anos. Por conta de sua relevância para o futebol brasileiro, o portal LANCE tem feito a série “Laranjeiras 100 anos”, reunindo diversas histórias, fatos e curiosidades que vão servir para homenagear e reconhecer toda a importância do local para o esporte e sociedade.

Nos anos 1970, o Fluminense criou uma conexão com a banda Rolling Stones. Em 1974, Mick Taylor, um dos guitarristas, foi visto no Brasil usando uma camisa do Flu. Dois anos depois, Charlie Watts, baterista da banda, esteve no Rio de Janeiro e comprou uma camisa do Tricolor para uma de suas filhas.

A conexão com o Fluminense era tanta que na capa do single “Fool To Cry/Crazy Mama”, Ron Wood estava com a camisa do Tricolor. Por conta da forte ligação com o Rolling Stones, Mick Jagger usou o Salão Nobre das Laranjeiras para parte da gravação do clipe da música “Lucky In Love”, em 1984. O cantor ainda acompanhou a final do Carioca entre Fluminense e Flamengo, e apesar da fama de “pé-frio”, deu sorte para o Flu, que foi campeão com um gol de Assis.

Em 2016, o Fluminense organizou uma exposição, intitulada de “Flu Stones”, que esteve presente na Sala de Troféus, nas Laranjeiras. O evento, organizado com o Rolling Stones, falava sobre esta relação do clube com os integrantes da banda. Na época, o evento serviu como um aquecimento para o show da banda, no Maracanã.