Apesar da flexibilização da quarentena em diversos lugares, o Fluminense mantém uma postura rígida para evitar maiores problemas em torno do surto de coronavírus. A própria sede do clube deverá passar por mudanças consideráveis depois que for reaberta.

O NETFLU apurou que existe o risco da loja oficial do clube, que fica quase em frente à entrada da sede social, ficar fechada. Entretanto, a principal alternativa é limitar o número de pessoas dentro do espaço interno. As medidas ainda estão sendo estudadas.

Vale lembrar que no último domingo, durante live realizada na FluTV, o presidente Mário Bittencourt destacou que espaços pequenos, tal qual a sauna, ficarão sem funcionar, mesmo com a reabertura do clube nas próximas semanas. O Tricolor quer manter o exemplo além do discurso, colocando em prática diversas ações para evitar o contágio de COVID-19.