Entrevistado pelo site Globoesporte.com, Adriano Magrão recordou o título da Copa do Brasil de 2007, que completa dez anos nesta terça-feira. O ex-jogador se diz apaixonado pelo Fluminense e hoje seu grande sonho é ver o filho vestindo a camisa tricolor.

– Meu maior desejo é ter meu filho jogando e fazendo história no Fluminense um dia – revela o ex-atacante sobre Adrianinho, de 12 anos, que hoje atua e é tido como promessa nas categorias de base do Goiás.

Magrão também relembrou as músicas cantadas pela torcida em 2007 e faz um agradecimento:

– Eu só tenho a agradecer a esse clube que eu tenho verdadeira paixão. Peço sempre a Deus que continue abençoando o Flu com vitórias. Fico feliz por ser lembrado pelo GloboEsporte.com tanto tempo depois daquele título inesquecível. Agradecer também à torcida maravilhosa do Flu. Lembro bem das músicas que fizeram para mim. Eles cantavam: “tá, tá lá dentro. Magrão é bem melhor que Shevchenko” e também “Obina que nada, é só ilusão. Artilheiro é Adriano Magrão”. São essas as coisas que ficam para sempre. Muito obrigado!