Marcão considera importante posicionamento do técnico da seleção a respeito de tema delicado (Foto: Lucas Merçon - FFC)

No Dia da Consciência Negra, Marcão abordou o tema em entrevista ao site do jornal Lance. Ele comentou a respeito de uma declaração recente de Tite, técnico da seleção brasileira sobre as poucas chances a treinadores negros.

Tite falou o seguinte: “Devemos lutar, sim, porque há um preconceito em relação ao técnico negro e, talvez, ampliando, em uma situação generalizada e maior em termos sociais”. Marcão aprovou.

— É importante vermos o treinador da seleção brasileira falando naturalmente sobre o tema para discutirmos. Tem que ser falado, mostrado. No meu caso, acho importante porque marca o momento não só para dizer que represento e falo por uma boa parte que deveria ocupar a área técnica, mas para mim é simbólico, altruísta. Não posso me sentir só uma referência, mas também uma exceção. Isso só serve para reforçar algo que é preciso desconstruir. Houve mudanças, mas o que mais me entristece é a falta daquele exercício que falamos da empatia, da intolerância das pessoas com um tema que deve ser discutido com muito cuidado – afirmou Marcão.