Foto: Divulgação/FFC

Eleito “Homem do ano no esporte” pela revista GQ, do Grupo Globo, Fernando Diniz falou a respeito da entrega no trabalho. À frente do Fluminense, o técnico vive temporada excepcional. Comandou a equipe na conquista dos títulos carioca e da Libertadores e terá o Mundial de Clubes pela frente.

— Meu trabalho só tem sentido se conseguir entregar a minha vida a ele. A diferença entre ganhar e perder é muito tênue. Aquele que perde não é fracassado, nem necessariamente pior do que o ganhador – afirmou.

 
 
 

O Fluminense realiza treino na manhã desta terça-feira, no CT Carlos Castilho. À noite, embarca para a Arábia Saudita. A estreia no Mundial de Clubes é na segunda que vem, na fase semifinal.