Lucas Merçon/FFC

Após a derrota do Fluminense por 2 a 1 para o Atlético-MG, no Mineirão, o técnico Marcão fez coro ao zagueiro David Braz e detonou a arbitragem da partida, principalmente, em razão do pênalti polêmico marcado em suposta mão de Marlon, quando o Tricolor ainda vencia por 1 a 0.

Em entrevista coletiva, o técnico Marcão disse que evita reclamar de arbitragem, mas que “chegou ao limite”.

– É lógico que a gente vai falar do árbitro de vídeo, sr. José Cláudio Rocha Filho, que chamou o árbitro para um lance como esse. A gente nunca reclama de arbitragem, mas a gente não pode deixar de comentar, de falar. Quando se tem alguma dúvida, tudo bem, mas não houve dúvida alguma. Não era nem para chamar para um lance desses – disse.