(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Classificado para as quartas de final da Libertadores, assim como na Copa do Brasil, o Fluminense tem na competitividade sua principal arma. É o que diz Roger Machado. O treinador admite que o grupo não é dotado de muitos jogadores habilidosos e sim aguerridos, capaz de elevarem a briga em campo por cada bola.

– Porque não temos um time de jogadores habilidosos, temos jogadores técnicos que competem pela bola. Na última coletiva disse que a torcida pode esperar é um time competitivo, que, quando tivesse em condições iria jogar, e quando não tivesse brigaria pelo resultado. É o que tem acontecido e nos dado vantagem na maioria dos jogos – analisou.

O Fluminense se classificou na Libertadores ao vencer, na terça-feira, o Cerro Porteño, por 1 a 0, no Maracanã. Na ida, no Paraguai, havia ganhado por 2 a 0.