Guilherme Torres comanda o time sub-20 do Fluminense (Foto: Mailson Santana - FFC)

Agora no comando do time sub-20 do Fluminense, Guilherme Torres revelou as expectativas que tem para a temporada. Ex-treinador do sub-17, Guilherme assumiu o posto deixado pelo seu irmão Eduardo Oliveira, que fechou com o Cuiabá para fazer parte da comissão técnica profissional.

— Espero entregar um time competitivo, avançar nas competições e brigar por títulos. A equipe tem força para isso, para servir o Sub-23 e o profissional. A expectativa é a melhor possível, para que consigamos desenvolver um trabalho formativo e competitivo – disse Torres.

Campeão brasileiro sub-17 com o Fluminense na temporada de 2020, Guilherme Torres falou também um pouco sobre a sua trajetória no clube ao site oficial do Tricolor.


— Cheguei ao Fluminense em abril de 2017, com o projeto de atualizar a metodologia que era realizada até então no clube. Foi assim durante três temporadas (2017/18/19). Iniciei 2020 ainda neste cargo, organizando processos, escrevendo um documento orientador metodológico e registrando, dentro de uma linha de pensamento, ideias que já existiam em Xerém, para que fossem aplicadas no dia a dia. Com isso, desenvolvi, junto com o Marcelo Veiga, o Eduardo Oliveira, coordenador metodológico na época, e outros profissionais, o DNA Tricolor – falou, complementando:

— Após esse processo, houve uma solicitação para me tornar treinador do Sub-17, das gerações 2003 e 2004, em virtude da saída do outro treinador, e eu aceitei o desafio. Foi uma temporada de sucesso, não só no que diz respeito aos resultados, mas à formação e venda de jogadores. Em 2021, fizemos um trabalho que deixou um legado bacana para o clube. Agora, houve o convite para assumir o Sub-20. Acredito que será proveitoso, tanto para mim quanto para a comissão técnica e jogadores, no caminho da formação.