Operação de Wendel será semelhante a de Richarlison e PSG pagará parcelado

Valor total do negócio gira em torno de R$ 40 milhões

(Foto: Mailson Santana - FFC)

Mais uma vez, o Fluminense está prestes a vender uma promessa à prazo. Pelo acordado com o Paris Saint-Germain, o clube francês pagaria 10 milhões de euros (R$ 37 milhões) parcelado – há um bônus de 1 milhão de euros (R$ 3 milhões) – e Wendel ficaria no Brasil até dezembro.

Uma parte do valor será paga este ano e o Flu contrairá um empréstimo para receber o total do valor da venda ainda nesta temporada, como foi feito nas negociações de Richarlison para o Watford (ING) e Gerson para a Roma (ITA).

Em 2016, após receber a primeira parcela da Roma, o Tricolor usou as três restantes como garantia de um empréstimo de R$ 43 milhões com a XXIII Capital, uma instituição financeira conhecida no mundo da bola. Houve cobrança de juros. Esse trâmite foi a maneira encontrada para ter dinheiro em caixa e amenizar a difícil situação financeira.