Ordem das partidas tem pouca influência, diz dirigente tricolor

Ordem das partidas tem pouca influência, diz dirigente tricolor

Sandro Lima, vice de futebol do Flu

Sandro Lima é da opinião que fazer o jogo da volta em casa ou fora não tem muita influência na Copa Libertadores. O vice-presidente de futebol do Fluminense diz que o importante é construir um bom resultado em seus domínios.

– Eu acho que independentemente do nosso adversário a gente tem que fazer um bom jogo aqui no Rio de Janeiro e seguir para o Paraguai com o mesmo pensamento. É óbvio que o objetivo é levar uma vantagem para lá. É só lembrar o jogo entre Corinthians e Boca. Não existe mais esse negócio de jogar a primeira em casa a segunda fora – declara o vice de futebol do Fluminense.