Foto: Photocamera
Foto: Photocamera

Pedido pela maioria dos tricolores, Marlon mantém o discurso humilde. Ele não se vê em uma fase superior à dos zagueiros titulares, mas espera dar conta do recado, caso a nova oportunidade na equipe do Fluminense apareça.


– Não. Eu me sinto mais um no grupo e prefiro continuar sendo opção do que ser solução. Eu acredito que seja uma boa oportunidade (caso seja escalado). O grupo tem muitos jogadores qualificados, mas é um pouco reduzido, infelizmente. Isso fica a cargo da diretoria. Se não estão contratando, é porque não estão com condições. Mas quem estiver aqui vai ajudar – declarou a promessa tricolor.


Sem comentários