Presidente da Ferj rebate acusações de advogado a Deco e C.Alberto

Presidente da Ferj rebate acusações de advogado a Deco e C.Alberto

Rubens Lopes questiona conhecimento do advogado sobre as leis desportivas

Rubens Lopes não gostou nem um pouco do tom adotado por Nélio Andrade ao falar sobre os casos de Deco, do Fluminense, e Carlos Alberto, do Vasco. O presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), inclusive, questionou o conhecimento do advogado da farmácia de manipulação, apontada pelos jogadores como responsável por seus exames antidoping terem dado positivos, sobre as leis esportiva nestes caso.

– Ouvi uma parte das declarações do doutor Nélio Andrade e fiquei surpreso com seu destempero, sua exaltação. Na sua fala o que pode ser destacado foram suas acusações, ameaças. Eu penso que esse caso já está no judiciário, embora também esteja no judiciário esportivo e certamente lá terá a sua solução. Algumas explicações são pertinentes. Primeiro, quando ele diz que comunicou ao STJD, a FIFA.. Se fez, fez por desconhecimento de como é que funciona isso. Até porque é denecessário qualquer participação de terceiros nessas comunicações, uma vez que o próprio regulamento do controle de dopagem adotado pela FIFA impõe que qualquer atleta que tenha um resultado analítico adverso, essa comunicação de ofício já sai diretamente do laboratório credenciado para todos os orgãos competentes. Com isso, ele demonstra como advogado que não conhece sequer as leis, ao menos as desportivas, já que como criminalista ele é tido como destaque no Rio de janeiro – rebateu.