Oswaldo de Oliveira já balança no cargo. O NETFLU apurou que os métodos do treinador ainda não caíram no gosto dos jogadores e, internamente, a postura do time na desclassificação para o Corinthians no Maracanã e as substituições feitas no duelo com o Avaí foram tema de debate no CT entre a cúpula. A maioria entende que as opções não foram as melhores.

Diante disso, se o Fluminense não conseguir uma vitória nos próximos dois jogos a chance de demissão é grande. Nomes já estão sendo debatidos, embora os dirigentes não admitam publicamente.

A diretoria analisa o mercado com cautela, pois entende que são poucas as alternativas que teriam boa aceitação entre os torcedores e o tempo para reabilitação no Brasileiro vai se encurtando.

O Tricolor enfrenta o Fortaleza neste sábado, às 17h, na capital cearense e na terça, o Palmeiras, em São Paulo, às 21h.