Técnico Marcelo Veiga destaca o equilíbrio nas divisões de base (Foto: Bruno Haddad - FFC)
Técnico Marcelo Veiga destaca o equilíbrio nas divisões de base (Foto: Bruno Haddad – FFC)

Pentacampeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Fluminense estreia na competição neste sábado, às 21h, em Ribeirão Preto, contra o Confiança (SE). E o time entrará para se reabilitar de recentes eliminações recentes em outros torneios. O Tricolor ficou nas oitavas de final da Copa do Brasil (caiu frente ao Atlético-MG) e nem sequer se classificou para a segunda fase do Brasileiro da categoria no último mês (venceu apenas um jogo em quatro). Mesmo assim, Marcelo Veiga não se desanima.

Segundo o técnico do Fluminense, as divisões de base no Brasil têm grande equilíbrio e não há um clube soberano nas competições.

– Isso (eliminação precoce no Brasileiro Sub-20) não influenciará de maneira alguma. Não tem nenhum time que seja “o cara” da base no Brasil. O Corinthians, que nem ganhou o Paulista, classificou-se em primeiro na nossa chave no Brasileiro. Nós fomos campeões cariocas e não passamos. Não há um time que domine a base. Tem quem trabalhe bem. O Criciúma, que teoricamente é um time menor no profissional, tem um time excelente na base, muito difícil de ser batido – exemplificou.


Sem comentários