Foto: Mailson Santana - FFC

Em entrevista exclusiva ao NETFLU, Paulo Filippini, jornalista da Rádio Mitre, da Argentina, e especialista na cobertura do River Plate (ARG), comentou sobre a goleada do Fluminense sobre o clube argentino. Ele creditou o resultado ao fato de o River ter ficado com um jogador a menos no início do segundo tempo.

– Não tem como comparar o Fluminense com o Sporting Cristal nesse sentido. Contra os peruanos o River jogava em casa, com o apoio de seus torcedores e diante de uma equipe infinitamente inferior. Para mim, o River ficou abalado com o segundo gol e meio que se entregou, ainda quando estava 11 contra 11. Está claro que o River é um monstro no campeonato argentino, mas ainda falta muito em partidas internacionais, como esta contra o Fluminense – disse Paulo.


O resultado de 5 a 1 deixou o River em posição delicada no Grupo D, na lanterna da chave. Já o Fluminense, lidera e tem 100% de aproveitamento. Está com a classificação para as oitavas da Libertadores muito bem encaminhada.