(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Em entrevista coletiva logo após a derrota do Fluminense para o Junior Barranquilla (COL), na última terça-feira, por 2 a 1, no Maracanã, o técnico Roger Machado analisou os pontos em que o Tricolor mais sofreu diante dos colombianos. Segundo ele, a bola parada, o rebote e as transições pós-perda de bola foram os principais pontos em que o Time de Guerreiros pecou.

– Não sofremos muito em contra-ataques, isso não é uma afirmação completamente verdadeira. Tomamos um gol de transição nesse momento do jogo, e as transições não apareceram em outros momentos. O que sofremos hoje foi na bola parada, no rebote dela, e em uma transição em função de ter perdido a bola e se precipitado na abordagem quando estávamos no terço final – disse ele, complementando:

– No pós-perda também não conseguimos realizar o bloqueio para impedir o avanço do adversário. Em outros jogos apareceram outros problemas relacionados a outros adversários. Não vejo essa recorrência dentro dessa variável especificamente – analisou.