Roger Machado comentou as orientações passadas ao grupo (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Depois do 0 a 0 no primeiro tempo, o Fluminense voltou com tudo e bateu o Bragantino por 2 a 0, quarta-feira, no Maracanã, pela ida da terceira fase da Copa do Brasil. Após o jogo, o técnico Roger Machado explicou os ajustes feitos no intervalo da partida.

— As orientações no intervalo foram no sentido de buscar um equilíbrio no meio, com cobertura dos nossos pontas. Equilibrar de um lado quando saltavam Yago, Martinelli e o Gabriel, fechando as costas para impedir que um passe pudesse entrar em gerar dúvida em quem deveria sair. No primeiro tempo, quando conseguimos roubar as bolas no campo de ataque, saltando nossos médios, a gente queria definir o passe de profundidade logo no primeiro momento. Muitas vezes devolvíamos para o adversário – disse, complementando:

— A gente trabalhou essa inversão de corredor, para entrar pelo lado contrário de onde retomávamos a bola. Esse ajuste no intervalo, conseguimos justamente nessa variável. Retomada por um lado, fazer bater no corredor central e sair novamente do centro para o lado, para que atacando em profundidade pudéssemos chegar ao gol, como chegamos. Trocas foram peças por peças, jogadores mais desgastados. Para terminar com sangue novo em campo.