Luiz Henrique não tem conseguido manter o nível das atuações do ano passado (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Luiz Henrique surgiu com certo destaque na temporada passada, mas não vem mantendo o nível das atuações nesta. Após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-GO, quarta, no Antônio Accioly, onde lançou o atacante no segundo tempo, Roger Machado minimizou o mau momento do jogador.

O técnico entende como natural a oscilação dos jogadores jovens e diz ser importante ajudá-los a recuperar a confiança. Também citou o fato de agora os adversários conhecerem melhor suas características.

— No começo do ano, quando lançamos Kayky, Biel, jogadores mais jovens, lembro que referi que é um processo paulatino, não é definitivo. Vão ter momentos que os atletas vão oscilar, que vão estar bem… No caso do Luiz, esse é o ano da confirmação da amostragem que se fez no ano anterior. Tanto o Luiz, quanto o Calegari e jogadores que foram importantes do meio para o final do Brasileiro do ano passado, este ano eles têm a afirmação. Claro, a partir do momento que passa a se conhecer a característica desses jogadores, eles passam a ser mapeados e, por consequência, a sofrer marcações mais fortes. É o processo do jogador jovem, o que a gente tem que passar é confiança para que eles retomem o melhor momento – disse.