Ronaldinho diz que Fluminense tem “guerra política muito grande”

Ronaldinho diz que Fluminense tem “guerra política muito grande”

Ronaldinho teve passagem apagada pelo Fluminense (Foto: Bruno Haddad - FFC)
Ronaldinho teve passagem apagada pelo Fluminense (Foto: Bruno Haddad – FFC)

Ex-jogador do Fluminense, Ronaldinho, em entrevista à rádio Gaúcha Rede Atlântida, quebrou o silêncio após a saída do clube. O apoiador foi questionado sobre as declarações de Neville Proa, presidente da Viton 44, patrocinadora master tricolor, e respondeu. No programa em questão, Neville foi apontado erroneamente como dirigente tricolor e o craque citou uma guerra política interna.

– Não tem razão. Meu relacionamento sempre foi muito aberto com todos os companheiros de Fluminense. As pessoas inventam muitas coisas, colocam palavras na boca dos outros. Não acredito que alguém do Fluminense tenha falado isso. Mas essas coisas acontecem, principalmente no Fluminense, que tem uma guerra política muito grande. Acredito que isso seja algo inventado. Não é verdade – disse.

Como jogador do Fluminense, Ronaldinho ficou pouco mais de dois meses e não conseguiu brilhar. Atuou em nove partidas sem conseguir fazer nem um gol ou dar assistências.


Sem comentários