Ao contrário da maioria dos jogadores brasileiros, que preferem pagode, samba ou funk, Gustavo Scarpa é fã do rock. Antes das partidas, o meia conta que duas músicas, dois clássicos, não pode deixar de escutar antes de entrar em campo: “Sultans of Swing” do Dire Straits e “Free bird” do Lynyrd Skynyrd.

– É bom demais. Tenho alguns jogos que eu acabo ouvindo música no vestiário e tem outros que parto para resenha com os caras. Depende do ambiente, do dia, mas geralmente quando eu vou antes de entrar em campo eu ouço umas músicas que tenham uma guitarra legal, que dê para ouvir bem. Uma guitarra avantajada, que me motivam, deixando um pouco mais para cima – revelou Scarpa.


A influência veio do pai e a empatia foi desde muito jovem:

–  Eu escutava passivamente. Meu pai escutava bastante, e eu fui pegando o gosto desde pequeno, comecei a procurar outras bandas e hoje escuto e devo muito ao rock por aprender inglês.

Músicas religiosas também estão no repertório, mas o som da guitarra mexe com o atleta do Fluminense.

– Eu ouço bastante louvor, mas tem duas músicas que sou apaixonado: Sultans of Swing do Dire Straits e Free bird do Lynyrd Skynyrd. São duas músicas que todo jogo eu procuro ouvir. A guitarra me deixa alucinado.