Se Deco encerrar a carreira, Celso Barros promete outro apoiador

Se Deco encerrar a carreira, Celso Barros promete outro apoiador

 

Presidente da Unimed poderá ajudar Flu na contratação de meia

Pego no exame anti-doping, Deco poderá pendurar as chuteiras antes do fim de seu contrato, que só termina em 31 de dezembro. De acordo com o site Lancenet, o presidente da Unimed, Celso Barros, prometeu que caso o veterano encerre a carreira poderá trazer outro apoiador de mesmo salário e quilate.

 
Deco recebe cerca de R$ 650 mil mensais desde que chegou ao Fluminense, em agosto de 2010. Contratado, em tese, para ser seu substituto, Felipe recebe metade.

 
A ideia da diretoria é acertar com um jogador mais jovem e de renome. Alguns nomes que atuam fora do país já estão sendo estudados, mas nenhuma proposta foi formalizada.