O Real Betis (ESP) fez uma consulta por Henrique Dourado e já tomou ciência dos valores. A multa rescisória do centroavante do Fluminense é de 5 milhões de euros. Caso os espanhóis aceitem pagar a cláusula em sua totalidade, o clube carioca não só recuperará o investimento, como ainda terá lucro.

O Flu comprou o Ceifador em meados do ano passado por cerca de R$ 6,6 milhões. De acordo com o último balanço financeiro, detém 50% dos direitos econômicos do jogador. Logo, se o Betis ou qualquer outra agremiação pagar a multa integral – R$ 18,4 milhões – o Tricolor receberia R$ 9,2 milhões. Um lucro, portanto, de R$ 2,6 milhões.

Até o momento não houve proposta oficial por Dourado, o que pode ocorrer na abertura da janela de transferências.  O vínculo dele com o Fluminense é até 30 de junho de 2020.