Paulo Henrique Ganso retornou ao Brasil após assinar por cinco anos com o Fluminense e chegou com status de craque. Porém, a moral dele não reflete no FIFA 19. O camisa 10 do Tricolor tem um geral de 76, considerado bem mediano, e atributos muito abaixo em relação aos de outros brasileiros presentes no jogo da EA Sports.

Na carta mais recente no modo Ultimate Team (vinculada ao ex-clube Amiens, da França), Ganso é o segundo pior brasileiro no quesito ritmo, que faz a média entre aceleração e velocidade de pique. O meia tem 31 pontos, apenas dois a mais que o zagueiro Luisão, do Benfica, de 38 anos. Em entrevista ao SporTV, o craque do Fluminense analisou a carta no FIFA 19 e levou no bom humor.

– Tem que melhorar… tem que melhorar muito! Passe e velocidade tem que melhorar. Vocês vão ver. Eu vou começar a jogar e eles vão melhorar isso aí – afirmou.

Paulo Henrique Ganso estreou na vitória sobre o Bangu por 2 a 0, na noite desta sexta-feira, no Maracanã, em jogo válido pela 1ª rodada da Taça Rio. O próximo encontro do camisa 10 com a torcida tricolor, provavelmente, será na sexta-feira que vem, contra o Resende, pela 2ª rodada da Taça Rio.