Foto: Mailson Santana/FFC

Domingo o Fluminense encara o Cruzeiro, às 17h, no Mineirão. Motivos não faltam para o torcedor crer num bom resultado, mesmo com a má fase do time. O site Globoesporte.com enumerou cinco deles, conforme você pode conferir abaixo:

1 – Equilíbrio no Mineirão

Enfrentar o Cruzeiro no Mineirão não é problema para o Fluminense. O retrospecto do Tricolor contra a Raposa no estádio é bem equilibrado: 24 jogos, 10 vitórias, três empates e 11 derrotas. O clube das Laranjeiras chegou a emendar três vitórias seguidas entre 2005 e 2006. No último confronto, pela Primeira Liga, outra vitória: 4 a 3 com três de Diego Souza e um golaço de Gustavo Scarpa

2- Sete anos da virada de 2009

Uma dessas boas recordações contra o Cruzeiro no Mineirão completou sete anos na última terça-feira. Em 2009, no início da arrancada contra o rebaixamento, uma vitória sobre a Raposa em Belo Horizonte foi emblemática para o milagre. O Tricolor desceu para o intervalo quase rebaixado: perdia por 2 a 0 (e Wellington Paulista ainda tinha perdido um pênalti!). Mas Cuca mexeu no time e o Flu virou com gols de Gum e Fred (2x

3 – Levir, o caçador de raposas

Levir Culpi trabalhou no Atlético-MG recentemente por mais de um ano e meio. E cansou de ganhar do rival entre abril de 2014 e dezembro de 2015. Em nove jogos, foram cinco vitórias, três empates e uma derrota. Dois dos triunfos garantiram o título da Copa do Brasil de 2014 sobre a Raposa. No Mineiro 2015, Levir eliminou o rival na semifinal antes de conquistar o título. No único jogo pelo Flu, vitória por 2 a 0 no primeiro turno.

4 – Alívio no Giulite Coutinho

O confronto no primeiro turno, aliás, traz outra coincidência para deixar os tricolores confiantes. Naquele momento do Brasileirão, o Fluminense também vivia um jejum e conseguiu voltar a vencer. Eram três jogos sem vitória: derrota para o São Paulo e empates diante de Coritiba e Vitória. Os resultados se repetiram no segundo turno. No Giulite Coutinho, vitória por 2 a 0 com gols de Cícero e Marcos Júnior. Será que a história se repete também no Mineirão?

5 – Prazer em contrariar a matemática

Já são cinco jogos sem vencer. Uma hora essa má fase vai acabar. E o Fluminense gosta de contrariar a matemática. Após a última vitória (contra o Sport, no início de outubro) e o consequente anúncio de que o G-4 tinha virado G-6, o Tricolor chegou a ter 79% de chances de conquistar uma vaga na Libertadores. Esse número já despencou para 10%. Mas para um clube que tinha 98% de chance de ser rebaixado em 2009 e não foi, basta seguir acreditando.