Thiago Silva hoje brilha com a camisa do Chelsea (Foto: Reprodução do Twitter do jogador)

O jornalista Rafael Reis, por intermédio de seu blog no site Uol, fez uma lista com sete ex-jogadores do Fluminense que estão em alta no exterior. Há alguns que foram muito bem no Tricolor e outros que nem sequer fizeram sucesso com a camisa do Flu, mas vivem bons momentos em terras estrangeiras.

Confira a análise de cada um deles:

THIAGO SILVA
Zagueiro
37 anos
Brasileiro
Chelsea (ING)

Apelidado de “Monstro” durante os três anos em que defendeu o Fluminense (de 2006 a 2008), é simplesmente o zagueiro brasileiro mais consagrado de sua geração. Thiago Silva já passou dos 100 jogos com a camisa da seleção, disputou as três últimas Copas do Mundo e, ao que tudo indica, deve participar também do Qatar-2022. Apesar da idade avançada, continua fazendo parte da prateleira de cima dos melhores defensores do planeta. Na temporada passada, depois de mais de uma década de insistência e em seu ano de estreia por um clube inglês (Chelsea), enfim conquistou o título da Liga dos Campeões da Europa, o mais importante da sua carreira.

RICHARLISON
Atacante
24 anos
Brasileiro
Everton (ING)

Destaque do Fluminense entre 2016 e 2017, tem construído uma carreira das mais interessantes no Campeonato Inglês, a liga nacional mais badalada do planeta. Richarlison chegou à Premier League por um clube pequeno, o Watford, mas já se transferiu para o Everton uma temporada depois. Pela equipe de Liverpool, já marcou 40 gols, o suficiente para lhe garantir um lugar cativo na seleção brasileira e também a idolatria dos torcedores Toffees. Camisa 10 da equipe olímpica que venceu os Jogos de Tóquio-2020, o atacante também é famoso por utilizar suas redes sociais para se posicionar sobre os assuntos do momento. Richarlison já publicou vários posts contra racismo, machismo, homofobia e desmatamento e também fez questão de defender a vacinação contra a covid-19.

FABINHO
Volante
28 anos
Brasileiro
Liverpool (ING)

Muita gente não sabe, mas o volante que brilha há quatro temporadas com a camisa do Liverpool foi jogador do Fluminense. Fabinho passou pelas Laranjeiras lá no começo da carreira, entre 2011 e 2012, mas não chegou a disputar nenhuma partida oficial (ficou no banco em um jogo contra o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro). Negociado com o Rio Ave, de Portugal, ainda passou pelo time B do Real Madrid (o Castilla) antes de “explodir” com o Monaco e posteriormente se mudar para a Inglaterra. Peça-chave do trabalho do técnico Jürgen Klopp no Liverpool, o volante já ganhou um título inglês (2020) e uma Champions (2019) pelos Reds.

CAIO HENRIQUE
Lateral esquerdo
24 anos
Brasileiro
Monaco (FRA)

Volante no período em que jogava nas categorias de base do Atlético de Madri, Caio Henrique passou a jogar como lateral esquerdo em 2019, ano em que se destacou com a camisa do Fluminense. Como estava emprestado pela equipe espanhola, o jogador não permaneceu nas Laranjeiras no ano seguinte e teve uma rápida passagem pelo Grêmio antes de se transferir para o Monaco. No principado, rapidamente se transformou em um dos jogadores mais importantes da equipe e, para muitos jornalistas franceses, foi o melhor lateral esquerdo da Ligue 1 na temporada passada. Caio Henrique está tão bem na Europa que não será surpresa se aparecer em alguma das próximas convocações de Tite.

ROGER IBAÑEZ
Zagueiro
22 anos
Brasileiro
Roma (ITA)

Filho de pai brasileiro com mãe uruguaia, o zagueiro chegou ao Fluminense ainda nas categorias de base, estreou como profissional em 2018 e, já no fim do ano, foi negociado com a Atalanta. Sem muitas oportunidades na equipe de Bérgamo, acabou emprestado na Roma e por lá “explodiu”. Ibañez foi um dos poucos destaques da equipe da capital italiana na temporada passada, teve seus direitos econômicos comprados e, apesar dos percalços do início de trabalho do técnico José Mourinho, continua sendo um dos nomes mais confiáveis do elenco romano.

AYRTON LUCAS
Lateral esquerdo
24 anos
Brasileiro
Spartak Moscou (RUS)

Companheiro de Ibañez no Fluminense de 2018, o polivalente jogador, que pode atuar nas duas laterais e também como meio-campista, migrou para a Rússia no começo do ano seguinte e tem construído uma trajetória bastante sólida com a camisa do Spartak Moscou. Apesar de ainda não ter conquistado nenhum título por lá, já está prestes a completar 100 partidas pelo clube e é titular absoluto do técnico Rui Vitória. Ayrton Lucas chegou a fazer parte do trabalho de preparação da seleção sub-23 para os Jogos de Tóquio, mas acabou não sendo lembrado por André Jardine na hora da convocação final.

PAULO RICARDO
Zagueiro
27 anos
Brasileiro
KuPS (FIN)

Revelado nas categorias de base do Santos, o zagueiro ficou um ano no Fluminense (entre agosto de 2018 e julho de 2019) e não deixou muitas saudades. No começo da temporada europeia, Paulo Ricardo se transferiu para a Finlândia, onde rapidamente começou a fazer sucesso. O defensor lidera o campeonato nacional pelo KuPS, está disputando uma competição europeia (a Conference League) e já entrou para a história do futebol nórdico ao marcar o 15.000º gol da história da Veikkausliga, a primeira divisão finlandesa.