Opção de Ramon por John Kennedy no banco causou surpresa (Foto: Joilson Marconne - CBF)

Uma verdadeira decepção. A seleção sub-23 perdeu por 1 a 0 para a Argentina, no domingo, no Brigido Iriarte, e não conseguiu uma das duas vagas para a Olimpíada em disputa no Pré-Olímpico na Venezuela. Após o revés, o técnico Ramon Menezes evitou definir a situação como um fracasso.

— A gente já falou antes desse jogo, sobre ser fracasso. A gente sai da competição muito tristes, porque não conseguimos o nosso objetivo. Sempre soubemos da nossa responsabilidade. Uma competição muito dura, que mostrou o que já tínhamos passado em outros torneios, só que antes houve final feliz. Não conseguimos sair com um final feliz – disse, prosseguindo:


— É um campeonato muito difícil, são duas vagas. Já sabíamos disso, do contexto. É frustrante, é desagradável. Todo mundo vai sofrer aqui com o que aconteceu. Mas agora é levantar a cabeça.

O Brasil ficou em terceiro lugar no quadrangular. O Paraguai, primeiro, e a Argentina, com a segunda posição, garantiram as vagas para os Jogos Olímpicos de Paris.

Dos jogadores do Fluminense, Alexsander seguiu como titular no último jogo. Já a presença de John Kennedy no banco surpreendeu a muitos. O atacante entrou no segundo tempo. O também atacante Marquinhos, provável reforço tricolor, foi mais um a entrar na segunda etapa.