Técnico fala sobre a experiência em se trabalhar com medalhões

Técnico fala sobre a experiência em se trabalhar com medalhões

eduardo baptistaFred, Cavalieri, Jean, Pierre… o Fluminense possui diversos atletas tarimbados em seu elenco. Jovem treinador, Eduardo Baptista diz não se incomodar com isso e revela sua forma: tratar a todos, incluindo os mais jovens, da mesma maneira.

– Penso um pouco diferente sobre futebol. Do mesmo jeito que olho o Fred, olho o Scarpa. Tento ser o mais justo possível. Se falarem que tem que ter jogo de cintura com os caras, vou ser o primeiro a me arrebentar. Me arrebento já já. Procuro que os jogadores entendam que estou sendo justo e cobro igual – disse.


Sem comentários