Técnico pede calma ao Flu: “Não é hora de apontar culpados”

Técnico pede calma ao Flu: “Não é hora de apontar culpados”

eduardo baptistaA má fase do Fluminense parece interminável. Vindo de mais um revés, agora diante da Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, o Tricolor demonstrou novamente uma instabilidade emocional ao sofrer gol. Ainda conhecendo a casa, o técnico Eduardo Baptista explicou como minimizar esse tipo de situação.

– Tentar proteger um pouco a nossa primeira linha. A parte motivacional é conversa. Estamos juntos, trabalhando no campo para tentar arrumar. Vamos conversar, passar confiança para eles. Não é o momento de se apontar culpados. Eu peço que a torcida tenha um papel importante nesse momento e venha com a gente.


Sem comentários