O Fluminense entrará em campo contra o Bangu, na noite desta sexta-feira, no Maracanã, com uma mensagem contra a homofobia estampada no uniforme. A estará no peito da camisa, e a ideia do clube é atingir, especialmente, o torcedor tricolor para que ele participe da ação, reduza e não tenha mais eventuais ações homofóbicas.

Após a conquista do título da Taça Guanabara, no último domingo, o volante Fellipe Bastos, do Vasco, proferiu mensagens homofóbicas ao Fluminense. Através das redes sociais, o Tricolor se posicionou sobre o caso e repudiou o ato, lançando a hashtag, que ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter na segunda-feira.

– Sexualidade é diversidade. A intolerância não pode ter mais espaço na nossa sociedade. O Fluminense é um #TimeDeTodos, como todo clube deveria ser. E lamenta que alguns ainda deem lugar para o preconceito – postou o Tricolor.

O Fluminense enfrenta o Bangu, na noite desta sexta-feira, às 21h, no Maracanã, pela 1ª rodada da Taça Rio. O jogo marcará a estreia do meia Paulo Henrique Ganso, principal contratação do clube nesta temporada. Finalista na Taça Guanabara, o Tricolor busca se recuperar do revés para o Vasco na decisão e conta com o novo camisa 10 para virar a página.