Tricolor estaria ferindo Estatuto do Torcedor; Clube se defende

Tricolor estaria ferindo Estatuto do Torcedor; Clube se defende

estatutoO jornalista Ricardo Perrone, do portal Uol, afirma que o Fluminense feriu o Estatuto do Torcedor em, pelo menos, dois jogos. Os ingressos para as partidas contra Corinthians e Santos só começaram a ser vendidos nos dias das partidas. O Estatuto diz que é um direito do torcedor os bilhetes serem disponibilizados até 72 horas antes das partidas e em cinco postos.

O Fluminense se defendeu explicando que a comercialização apenas no dia dos jogos é uma orientação padrão de segurança oriunda do Grupamento Especial de Policiamento em Estádio, o Gepe. O objetivo é evitar a compra de ingressos do visitante pelos torcedores do clube mandante.

O Consórcio, porém, deu uma versão diferente. Afirmou que os ingressos para os corintianos foram postos à venda dois dias antes, em São Paulo.

O GEPE não respondeu ao e-mail enviado pelo jornalista para sua secretaria confirmando, ou não, a informação do Fluminense de que a polícia restringiu a venda de ingressos para visitantes em determinados jogos.