Vice-presidente do COI sinaliza que Engenhão terá novo nome

Vice-presidente do COI sinaliza que Engenhão terá novo nome

Thomas Bach, vice-presidente do COI

Acusado de corrupção, João Havelange, conforme noticiado, pode deixar de nomear o Engenhão. Thomas Bach, vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional, sem fazer referência ao ex-mandatário de honra da Fifa, pediu ética na entidade.

 
– Até agora, não há nenhum estádio olímpico no Brasil. Em 2016, haverá um. Estou certo de que o comitê organizador vai respeitar todas as exigências éticas estabelecidas pelo COI. O Comitê está em condições de construir uma tolerância zero contra doping, corrupção e qualquer tipo de manipulação. Eu ficaria bem feliz se continuássemos com a tolerância zero, para o bem e a credibilidade das Olimpíadas, do COI e dos esportes em geral – disse Bach.